Covid – 19 – O Controle das condições bucais pode reduzir as infecções pulmonares.

3 minutos para ler

A saúde oral pode ser a diferença entre a vida e a morte, especialmente para os pacientes que estão com a Covid 19 e precisam da assistência da ventilação mecânica.

Um dos grandes problemas da ventilação mecânica, é o risco da PAV – Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica,  que pode ser causada por vários fatores, mas um dos mais importantes deles, é a infecção pulmonar por microorganismos oriundos da cavidade oral.

Isto se dá devido a:

Problemas preexistentes à internação do paciente como doença periodontal crônica ou aguda, infecções endodônticas, etc ou por deficiência da higiene oral do paciente entubado na UTI.

Como a formação e o crescimento do biofilme bacteriano é acelerado na cavidade oral, algumas horas, já são suficientes para que se atinja uma concentração bacteriana capaz de infectar o paciente.

Assim, algumas ações são fundamentais para o controle e redução das pneumonias nosocomiais e a PAV e, consequente, óbito destes pacientes, conforme estudos em várias partes do mundo e também aqui no Brasil:

  •  O controle, destas condições patológicas pré-existentes na cavidade oral dos pacientes ao chegarem para a internação.
  •  A manutenção rigorosa da higiene oral, dentro das normas da OMS, AMIB Associação de Medicina Intensiva Brasileira, CDC- Center for Disease Control and Prevention e outras.

Para citar trabalhos somente no Brasil, um dos estudos (Pasetti LA et al., 2013) apresentou em um grupo de aproximadamente 2600 pacientes, uma redução de 12,38% para 3,53% na incidência de infecção pulmonar, quando forem atendidos estes critérios. Outro estudo (Pasetti LA et al., 2014) mostrou que uma redução da letalidade de 25,7% ocorreu, em 1083 pacientes, em ventilação mecânica, seguindo os mesmos critérios.

Vale lembrar também que devemos manter a saúde oral em todo o tempo, e que o controle permanente pelo Cirurgião-Dentista e a sua dedicação à higiene oral  podem salvar a sua vida.


Prof. Dr. Gustavo Cruz, DSD, MSc
Prof. Dr. Mauro Cruz, DSD, MSc, PhD


Referências:

– PASETTI, L. A.; LEÃO, M. T. C.; ARAKI, L. T. et al., Odontologia Hospitalar – A Importância do Cirurgião-Dentista na Unidade de Terapia Intensiva, Rev. Odontologia (ATO), Bauru, SP., v. 13, n. 4, p. 210-26, abr., 2013.

– PASETTI, L. A.; TEIXEIRA GUIEIRA, A.; CARRARO JÚNIOR, H. Atuação da Odontologia em UTI com pacientes submetidos à ventilação mecânica. Rev. Odontologia (ATO), Bauru, SP., v. 14, n. 2, p. 100-108, fev., 2014.

– BASSIN, A. S, NIEDERMAN, M. S. New approaches to prevention and treatment of nosocomial pneumonia. Semin. Thorac Cardiovasc .Surg., v. 7, n. 2, p. 70-7, 1995.

– BERALDO, C. C.; ANDRADE, D. Higiene bucal com clorexidina na prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica. J. Brás. Pneumol., v. 34, n. 9, p. 707-14, 2008.

-BRENNAN, M. T.; BAHRANI-MOUGEOT, F.; FOX, P. C. et al., The role of oral microbial colonization in ventilator-associated pneumonia. Oral Surg. Oral Med. Oral Pathol. Oral Radiol. Endod., v. 98, n. 6, p. 665-72, 2004.


Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.