Por que meu implante dá mau cheiro?

5 minutos para ler

Os implantes dentais, por si só, não dão mau cheiro. No entanto, devido ao implante receber vários componentes, como parafusos e pilares para sustentar o dente, isto é, a parte da coroa que vemos no sorriso, formam-se espaços entre essas peças, que permitem a entrada de bactérias. Essas bactérias, ao se proliferarem nestes espaços, produzem várias substâncias chamadas CSV – compostos sulfurados voláteis – que têm um mau odor característico, gerando o mau cheiro e, consequentemente, o mau hálito. 

Mau cheiro pode ser sinal de doença

Essa condição deve ser relatada ao seu dentista, pois também pode ser o prenúncio de uma doença em torno dos implantes conhecida como mucosite ou periimplantite.

Como eliminar o mau hálito?

Para solucionar este problema do mau cheiro nos implantes, há uma pomada, o antisséptico Proheal, que ocupa os espaços impedindo a entrada e a proliferação das bactérias. O produto é utilizado pelo dentista durante as cirurgias de instalação dos implantes, durante a confecção das próteses e na sua manutenção.  Os espaços que as bactérias ocupariam são ocupados pelo antisséptico e ele ainda elimina as que se aproximam. 

Higienização dos implantes

No entanto, mesmo tendo sido utilizado o Proheal nos implantes, a higienização diária dos seus dentes e implantes é indispensável. Não há um protocolo de limpeza para todos. Por isso, é importante seguir as orientações do seu dentista de acordo com seu caso. De uma forma geral, os cuidados de higienização e utilização dos implantes são os mesmos dos dentes naturais, com algumas variantes. 

Veja algumas regras comuns:

  • Use pastas de dentes adequadas e aconselhadas pelo seu dentista.
  • Use os colutórios ou enxaguantes bucais apenas durante os processos inflamatórios ou infecciosos recomendados pelo seu dentista. Lembre-se que o excesso no uso ou utilização inadequada podem exercer ação corrosiva, manchar dentes ou causar alterações na mucosa.
  • Use escovas interdentais para remover restos de alimentos e bactérias, em zonas de difícil acesso ou sob as próteses, locais que o fio dental e a escova de dentes comum não penetram. A utilização de escovas interdentais contribui para assegurar uma boa higiene e a durabilidade dos seus implantes e dentes.
  • Não se esqueça do fio dental. Indispensável para remover alimentos em locais onde as escovas não conseguem entrar e complementa a higiene dos dentes.
  • Escove muito bem todas as regiões da boca tal como o palato (céu da boca), a língua e as gengivas. Muitas pessoas ignoram estas regiões, mas nelas também se aderem as bactérias e devem ser removidas.
  • Limpeza por jato de água em locais de difícil acesso é um recurso muito bom. A pressão do jato de água remove todos os resíduos acumulados nessas regiões.
  • Lembre-se que a higiene correta aumenta a longevidade do seu implante e pode mantê-los por toda a vida. Os implantes dentais assemelham-se em tudo aos dentes naturais, e tal como esses, também precisam de ser corretamente higienizados com o objetivo de preservar e aumentar a sua durabilidade.

Higienizo, mas ainda tenho mau cheiro

Caso você sinta um mau cheiro em seu hálito ou sinta um gosto estranho no paladar, depois que receber os implantes e higienizá-los corretamente no dia a dia, procure o seu dentista. Inflamação, infiltração de bactérias, doença periodontal ou periimplantar, pode estar ocorrendo em sua boca. Só o cirurgião-dentista é capaz de fazer o diagnóstico preciso. 

Fórmula de sucesso dos implantes

Para que os seus implantes tenham uma vida saudável e longeva, é importante conhecer seu funcionamento e os procedimentos de cuidado e limpeza. É importante destacar:

– Uso do antisséptico Proheal pelo dentista em todas as etapas de instalação e manutenção dos implantes para que o resultado seja mais duradouro, saudável, benéfico e com a redução das doenças bucais. 

– Higienização pelo paciente, diariamente, conforme protocolo sugerido pelo dentista. 

– Cuidados com a oclusão. Ela deve ser controlada no mínimo anualmente pelo seu dentista. 

– Variação térmica ou choque térmico. Evite alimentos muito frios ou muito quentes. A união do dois, frio e quente, é realmente catastrófica para implantes e dentes. O choque térmico é capaz de fraturar o esmalte dos dentes, fraturar raízes que tenham pinos, afrouxar os parafusos dos implantes e consequentemente levar à perda das próteses e dos implantes.

– Consulta regular ao dentista.  Nunca fique sem o controle técnico-profissional de seu dentista, pois é muito melhor prevenir do que tratar um problema.

Hálito saudável e agradável 

A eliminação do mau cheiro é importante, pois além de ser um inconveniente grave nas nossas relações pessoais, é um sinal claro de que as bactérias estão agindo em sua boca e causando doenças que podem se agravar com o passar do tempo. Por isso, cuide dos seus dentes e implantes, procure um profissional capacitado para cuidar do seu sorriso e, principalmente, da sua saúde bucal. 

Além do mais, seu sorriso e um hálito saudável e agradável é um dos primeiros pontos para o contato social, concorda?

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.