O que é implante dental?

5 minutos para ler

Implante dental é um dispositivo de titânio, semelhante a raiz do dente, cuja finalidade é substituir a raiz do dente perdido por uma artificial. O material do implante mais utilizado em todo o mundo é o titânio, um material biocompatível, isto é, que não causa mal ao organismo.  Após a fixação do implante no osso, para fazer o papel da raiz, o cirurgião-dentista prepara a coroa do dente, isto é, a parte externa do dente, que é chamada de prótese. A prótese pode ser fixada no implante de forma parafusada ou cimentada.

A técnica de instalação dos implantes é segura e tem alto índice de sucesso. Atualmente é a melhor forma de recuperar um dente perdido, pois é a mais próxima da situação natural do paciente.

http://clifame.com.br/blog/odontologia/implante-e-protese/cinco-beneficios-do-implante-dentario/

Saiba como o implante dental é instalado

A instalação do implante dental pode ser feita para substituir um dente, vários ou toda a arcada dentária. Nesse último caso, usa-se uma prótese total, isto é, com todos os dentes, que pode ser fixa ou removível. Qualquer que seja a necessidade do paciente, o procedimento é o mesmo. Vejamos a sequência:

  • Em primeiro lugar faz-se uma perfuração no osso, no local da raiz do dente perdido exatamente igual à forma do implante e instala-se o implante nesta cavidade do osso.
  • Fecha-se a gengiva sobre o implante e aguarda-se um período que pode variar de 3 a 6 meses para ocorrer a regeneração do local e a fixação do implante no osso, chamada de osseointegração.
  • Após este tempo faz-se a segunda cirurgia, que é bem mais simples que a primeira. Uma pequena incisão (abertura da gengiva) para se expor o implante e se instalar uma peça sobre ele que conduz a cicatrização da gengiva. Isto é importante para se obter uma boa estética e uma função gengival normal.
  • Alguns dias depois coloca-se um pilar protético no implante e nele se instala a prótese provisória. Esta etapa é importante, pois esta prótese é o protótipo da prótese final. É por meio dela que se define, a forma e a função da prótese definitiva.
  • Finalmente, instala-se a prótese definitiva ou final, que deve substituir de forma estética e funcionalmente o dente perdido.
  • Em alguns casos pode-se fixar a coroa provisória do dente no implante, imediatamente após a sua instalação, eliminando-se a segunda cirurgia. Mas isto depende das condições ósseas no local.

Com pouco osso instala implante dental?

Nem todos os pacientes podem seguir esta sequência apresentada. Quando o paciente apresenta uma base óssea insuficiente, é preciso primeiro se obter o osso para se instalar o implante. Assim, alguns procedimentos podem ser necessários como enxerto ósseo, que pode ser retirado do meio bucal (autógeno) do próprio paciente ou se fazer a regeneração guiada do osso, utilizando membranas especiais. Essa última técnica é menos invasiva, mais segura e de menor custo. Alguns destes procedimentos às vezes são realizados concomitantemente com a instalação dos implantes.

Veja a instalação de um implante dental 

Como o implante funciona?

Os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais ao serem integrados ao osso. Com isso, as próteses parciais ou totais terão apoio neste suporte. Os implantes dentais sustentam a prótese proporcionando benefício ao paciente na mastigação dos alimentos e na fala. Por serem estruturas semelhantes às raízes e dentes naturais perdidos, os implantes dentais proporcionam também naturalidade no aspecto tanto visual como funcional do sorriso. Trazendo mais conforto e satisfação para o paciente.

O que o seu dentista precisa usar no seu implante?

Entre as peças que compõem os implantes existem pequenos espaços que podem ser ocupados por bactérias. Na maioria dos pacientes, estas bactérias geram intenso mau hálito e às vezes um mau gosto, que podem afetar o paladar. Elas também podem levar à inflamação e sangramento gengival, perda óssea em torno do implante e até à perda do implante. Para controlar este problema foi desenvolvido um produto, Proheal (lê-se prorril), que deve ser usado em todos os casos de implantes, desde a sua instalação e por toda a vida em seus componentes.   Ele é colocado entre as peças dos implantes e veda todos os espaços impedindo a entrada de bactérias.

Mas é bom lembrar que ele controla a parte interna dos implantes, a parte externa deve ser controlada por você, com a higienização diária dos implantes, assim como deve ser feita também nos dentes naturais. Usar regularmente escovas e fio dental de acordo com a orientação de seu dentista.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.